segunda-feira, 28 de setembro de 2015

A maçã mordida

Uma garota segurava em suas mãos duas maçãs. Sua mãe entrou e lhe pediu com uma voz doce e um belo sorriso: - Querida, você poderia dar uma de suas maçãs para mamãe? 

A menina levanta os olhos para sua mãe durante alguns segundos, e morde subitamente uma das maçãs e logo em seguida a outra. A mãe sente seu rosto se esfriar e perde o sorriso. Ela tenta não mostrar sua decepção quando sua filha lhe dar uma de suas maçãs mordidas. 

A pequena olha sua mãe com um sorriso de anjo e diz: "- É essa a mais doce!" 

Pouco importa quem você é, que você tenha experiência, seja competente ou sábio. RETARDE SEMPRE O SEU JULGAMENTO. 

Dê aos outros o privilégio de poder se explicar, mesmo se a ação parece errada, o motivo parece ser bom. 

Autor desconhecido.

sábado, 5 de setembro de 2015

Dieta para reduzir o ácido úrico

Alimentação é a principal armas contra os altos níveis de ácido úrico no sangue, condição que pode levar à gota.

Dor articular intensa com calor e vermelhidão, principalmente no dedão do pé, é uma das principais manifestações da gota, doença que provoca inflamação nas articulações pela deposição de cristais de ácido úrico nelas. Mas você sabia que é possível controlar e até prevenir essa doença por meio da alimentação? 

Produto final do metabolismo das purinas – elas são o resultado da quebra de aminoácidos presentes nas proteínas do organismo e nos alimentos – o ácido úrico circula no sangue, está presente nas articulações e é eliminado predominantemente pelos rins. 

Quando há um aumento na ingestão, na produção ou na diminuição da excreção do ácido úrico que circula no sangue, ocorre a hiperuricemia – o nível limite de ácido úrico que dá início à deposição dos cristais nos tecidos é de 6,8 mg/dl. 

A principal consequência da hiperuricemia é a gota, mas nem todas as pessoas desenvolvem a doença, apesar de terem o ácido úrico aumentado. O clínico e cardiologista Antônio Carlos Till, do Vita Check-Up Center, do Rio de Janeiro, explica que algumas condições que favorecem o aparecimento da doença são a idade, a presença dehipertensão arterial, a obesidade, o colesterol aumentado e o consumo de álcool. 

“Além das articulações, outro órgão acometido pelo aumento do ácido úrico é o rim, que sofrerá com a formação de cálculos (a famosa pedra no rim) e com uma possível disfunção renal”, complementa Till. 

“Trabalhos recentes têm mostrado também que o aumento do ácido úrico no sangue pode aumentar a resistência à insulina, determinando um maior risco de desenvolvimento dediabetes.

” As causas para a hiperuricemia podem ser de origem genética ou vir do consumo aumentado de proteínas na dieta. Alimentos como carne vermelha, peixes e crustáceos em geral, além de cerveja e bebidas ricas em frutose, contribuem para elevar os níveis de ácido úrico. Já o vinho parece ter um menor efeito nesta elevação. 

Como a hiperuricemia, isoladamente, não produz sinais ou sintomas, manter uma dietabalanceada permanentemente é fundamental na prevenção do aparecimento da gota. 

“Nossa dieta colabora com cerca de um terço da produção do ácido úrico, sendo o restante advindo de forma endógena hepática, ou seja, o fígado é o responsável pelos dois terços restantes”, explica a nutricionista Eliane Nardon. 

“Uma dieta muito rica em proteína, sobretudo as de origem animal, pode levar à hiperuricemia e à gota. Bebidas gaseificadas, inclusive água, e jejuns prolongados (mais que três horas sem se alimentar) também devem ser evitados”, orienta ela. 

Em linhas gerais, o que se recomenda é uma alimentação equilibrada, com restrição de bebidas alcoólicas e sem proteínas em excesso. Alguns alimentos são especialmente ricos em purinas (veja a galeria), como alguns peixes e frutos do mar, miúdos, algumas aves e determinados tipos de carne, que devem ser evitados por quem apresentar elevação nos níveis de ácido úrico no sangue. 

Alimentos com teor de purinas moderado, como leguminosas, carnes, peixes e algumas verduras, só não devem ser ingeridos na fase aguda de crise de gota (veja a galeria). Já os com baixo teor de purinas são permitidos (veja a galeria). O consumo de mais de dois litros de água por dia é extremamente recomendado, pois contribui para uma maior excreção do ácido úrico. 

“Alimentos que parecem estar relacionados a uma redução dos níveis de ácido úrico são café, vitamina C e produtos lácteos com conteúdo baixo em gordura”, acrescenta Till. 

Fonte: http://saude.ig.com.br/alimentacao-bemestar/2012-06-14/dieta-para-reduzir-o-acido-urico.html 

Gratidão

Certo dia, uma mulher avistou um mendigo, sentado numa calçada na rua. Aproximou-se dele, e como o pobre coitado já estava acostumado a ser chacoteado por todos, a ignorou. Um policia, observando a cena, aproximou-se:
- Ele está a incomodar a senhora?
Ela respondeu: - De modo algum, eu é que estou tentando levá-lo até aquele restaurante, pois vejo que está com fome e até sem forças para se levantar. O senhor pode ajuda-me a levá-lo até ao restaurante? Rapidamente, o policia a ajudou, e o pobre homem, mesmo assim, não querendo ir, pois não acreditava que isso estava a acontecer!

Chegando ao restaurante, o garçom, que foi atendê-los, disse sem pestanejar:
- Desculpe Senhora, mas ele não pode ficar aqui! Vai afastar os meus clientes!
A mulher abaixou e levantou os olhos e disse:
- Sabe aquela enorme empresa ali em frente? Três vezes por semana, os diretores de lá juntamente com clientes, vêm fazer reuniões neste restaurante, e sei que o dinheiro que deixam aqui, é o que mantém este restaurante. Pois é, eu sou a proprietária daquela empresa. Posso fazer a refeição aqui, com o meu amigo ou não? O garçom fez um gesto positivo com a cabeça, o policia que estava de longe observando ficou boquiaberto, e o pobre homem, deixou cair nesse momento, uma lágrima de seus sofridos olhos.

Quando o garçom, se afastou, o homem perguntou:
- Obrigado Senhora, mas não entendo esse gesto de bondade. Ela segurou nas suas mãos e disse:
- Não se lembra de mim, João?
- Me parece familiar - respondeu - mas não me lembro de onde.
Ela, com lágrimas nos olhos, disse:
- Há algum tempo atrás, eu recém formada, vim para esta cidade, e sem nenhum dinheiro no bolso, estava com muita fome, então sentei-me naquela praça, aqui em frente, porque tinha uma entrevista de emprego naquela empresa, que hoje é minha, quando se aproximou de mim, um homem, com um olhar generoso.
- Lembra-se agora João?
Ele, em lágrimas, afirmou que sim.
- Na época , o senhor trabalhava aqui. Naquele dia, fiz a melhor refeição da minha vida, pois estava com muita fome, e até sem forças. Toda hora, eu olhava para o senhor, pois estava com medo de prejudicá-lo, pois estava ali a comer de graça. Quando vi o senhor a tirar dinheiro do seu bolso e colocar na caixa do restaurante. Fiquei mais aliviada, e sabia que um dia poderia retribuir. Assim, alimentei-me, fui com mais forças para a minha entrevista. Na época, a empresa ainda era pequena, mas passei na entrevista, especializei-me, ganhei muito dinheiro, acabei comprando algumas ações da empresa, e com o passar do tempo, fiquei a proprietária, e fiz a empresa ser o que ela é hoje.

Procurei pelo senhor, mas nunca o encontrei, até que hoje o vi nessa situação. Hoje, o senhor não dorme mais na rua! Vai comigo para a minha casa e amanhã compraremos roupas novas e o senhor vai trabalhar comigo! Se abraçaram, a chorar.

O policia, o garçom e as demais pessoas, que viram essa cena, emocionaram-se diante da grande Lição de vida, que tinham acabado de presenciar!

Autor desconhecido