quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

O QUE SERÁ?

Se tive, não sei, mas acho que nunca tive,
Talvez não tive, já que não lembro se um dia tive,
Na verdade, acho que não tive e que nunca terei,
Ou não tenha feito por merecer,
Tenha nascido pra não ter, sei lá...
São tantas coisas que passa na mente,
Mas olhando realmente, não consigo ver,
A possibilidade de um dia ter.

É bem real, mesmo não sendo concreto,
Mas é algo puro, simples e certo,
Alguns adquiriram, conseguiram, menos eu,
Talvez por sorte, por uma conquista,
Mas não darei pista, do que será, tente acertar,
Apesar de ser fácil, pelo menos acho,
Tudo está bem transparente, não queira adivinhar,
Basta somente observar.

Pode ser que um dia ainda tenha,
Não custa nada esperar, sonhar,
As coisas acontecem naturalmente,
Não precisa sofrer ou se apressar,
Pode está rodando aqui por perto,
Ou chegando o momento certo,
Mesmo não sabendo quando realmente é,
Fico na esperança, aguardando com fé.